quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Maior Abandonado


Feche as livrarias. Ignore as bancas de jornal. Boicote
os gratuitos jornais de esquina. Esqueça a Internet.
Nada mais que possa ser escrito importa. Nada.
Nem aquele último livro do seu escritor preferido.
Não gosta de ler? Nem se preocupe em começar.
Nada do que eu escrevo vale a pena. Que pena. Ilusão minha
me comparar ao seu escritor preferido. Ilusão minha achar
que você me lê. Ilusão minha achar que alguém me lê.
Sim, estou com minha baixo-estima baixa. E nem é porque
estou dodói, inchado ou fazendo uso de uma cadeira de rodas
para locomoção. Ou pela falta de equilíbrio. Ando pior que
o bêbado mais bêbado e sequer tomei um chopp. Ah que
saudade, nem um só. Nem é a presença constante da minha
querida cuidadora Ana que procura evitar impossíveis tombos
de se tornarem possíveis. Minha baixo-estima baixa é
por causa destas singelas linhas. Nem por causa delas, mas
por causa da minhas singelas linhas no geral. Por causa do
blog. Do Old Jones. Prazer, pode me chamar de Claudio.
Claudinho? Ok. Entre e fique à vontade. O blog começou
com a coisa que mais gostava na vida: Harleys-Davidson.
Conforme a doença ia mostrando seus pegajosos tentáculos,
o blog foi mudando para o que realmente mais gosto na vida:
a vida. Escrever para mim se tornou uma super válvula de
escape. Mas como ainda pertenço a raça humana, sou
vaidoso. E descobri que gosto de ser lido. Mas não tenho
como saber quantos me lêem. O seguidor de ontem pode
ter desviado no meio do caminho e o de hoje, pode ser
tímido e prefere se abster. Mas faz diferença. Deixa-me
feliz. Não estou só nesta batalha. Escrevendo, opinando,
marcando presença você participa comigo nesta caminhada.
Nesta ode à vida preciso de você. O caminho é tortuoso,
mas me ajude. Comente. Não me abandone.
          

23 comentários:

Daniel disse...

Clá, nós te lemos, gostamos e procuraremos comentar mais. Estamos com saudades.
Seu primo Dani e Silvia.

Fabiana Salomão disse...

Leio, leio e leio, sempre! E vou é puxar sua orelha logo que passar por ai!

Gady Laniado disse...

Claudio, to sempre acompanhando o seu blog. Seus textos estão cada vez melhores e suas mensagens são verdadeiras lições de vida! Estamos com você! Força sempre! Abração, Gady

// Bayer disse...

Que isso Claudeta! Somos centenas, se não milhares de leitores.

Não pare jamais!

Hadys disse...

Se for chamada: presente !!

Eduardo Di Lascio disse...

Claudião, para você saber como está o acesso ao seu blog, é assim: depois que você fizer login no painel de controle do Blogger, clique em "estatísticas". Lá tem todos os dados de frequência do seu blog, e é fácil de entender.

Keep on writing!

Daniel Goltcher disse...

Pelo menos um leitor fiel vc tem, hehe! abs

Pri Ignacio disse...

essas linhas estão cheias de pontos tocantes! não dá pra não ler. beijos, keep writing

Coisas Boas da Vida disse...

Eu sempre leio!! Você já me fez repensar várias coisas na vida e nem tem idéia de quem sou! hehe

...te acho inteligente, corajoso, guerreiro. Acho o máximo as aventuras que você fazia e SENSACIONAL como luta pela vida hoje... Enfim, aquelas pessoas que estão bem além da média!

Não desiste de escrever!!! Mas tem meu apoio no manifesto... Nós, leitores, percisamos nos manifestar!

Cristina

Alvaro disse...

Claudio,
Como sempre, lindos pensamentos, que para mim são exemplos de maturidade e coragem!!!!
Bjs, Alvaro

Adriana Baltar disse...

Cláudio,
As vezes tenho essa sensação de escrever por escrever, desabafar. Mas temos gratas surpresas quando pessoas que nem se conhecem começam a participar da sua/minha história. Oxigenamos... Fazemos um tipo de terapia ao escrever... De certa forma, isso tudo nos torna mais "saudáveis"!
Plageando um comentário acima, keep writing!!!
Beijos!

Celso Rodrigues disse...

Cara, sou mais um que você não conheçe, mas seu blog está na minha lista de favoritos, e acesso ele invariávelmente todos os dias. Já tomei muito tapa na cara dos seus textos, que me ajudam a enxergar melhor a vida. Estamos com você nessa luta, cara.
Um grande abraço!
Celso

Fábio disse...

Buenas tchê, descobri teu blog há poucos dias, através do blog Subversiva Underground, li poucas coisas de grande qualidade e já saquei a tua situação atual.
Também há poucos dias encontrei uma amiga cuja filha possui uma doença rara, degenerativa, que não permite que ela tenha uma vida normal, ela tem dificuldade motora e balbucia poucas palavras. Uma criança, frágil, numa cadeira de rodas e com um belo sorriso inocente típico de quem não conhece os males da humanidade. Refleti sobre este breve encontro e fico pensando: ela é uma criança, as chances dela vir a ter uma vida normal é mínima, mas o principal, ela jamais terá a alegria que tívemos ao pilotar uma moto e viajar dias a fio... terá outras alegrias, mas esta não...
Só posso dizer que tenhas força, mantenha os dedos digitando, transforme os pensamentos e lembranças em palavras, pois independente do futuro, isto permanecerá aqui, disponível a todos que estiverem abertos a compartilhar suas vivências mundanas. Keep strong!

Prof. Daniel Monteiro disse...

Se for chamada, presente!!! (2)

SauloBTBW disse...

Não nos conhecemos, ainda, mas pode ter certeza que tem gente lendo e se identificando com vc aqui em Manaus. Forte abraço e força, sempre!

Li disse...

Cla, sempre lendo, to sempre na torcida por vc. Te amo mto. Li

Li disse...

Cla to sempre lendo e admirando a força de tuas palavras,e a tua obstinada luta pela vida.Estamos sempre do teu lado.Te amamos muito.Helio

Old school disse...

hi cara ...eu frequento teu blog desde aqueles tempos que quase comprei de ti aquela luvinha ol' skool de couro de veado hehehe....acabei não comprando...mas mas te considero meu camarada...vamos nessa onde a vida nos levar a gente vai....abraço
Edson

MundiKim disse...

Irmão, lembre sempre daquela máxima da amizade verdadeira: "Amigos de verdade, podem ficar até anos sem se ver, mas quando se encontram, ocorre como se sempre estivessem por perto!"
Às vezes temos a correria do dia a dia que nos atrapalha a entrar aqui e comentar, então transporte a máxima para cá e você verá que sempre tem um amigo passando por aqui, e quando ele puder deixar um comentário, será como se ele estivesse sempre comentando! Força ai!

Coisas Boas da Vida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
paulo rogerio disse...

Claudinho, se é q posso clamá-lo assim, com tanta intimidade. Não o conheço, apenas sou um motociclista, apaixonado por HDs, que fuça na internet. Sei q sua batalha é gigante, em verdade não sei nada. Te acompanho diariamente, de longe e gostaria de lhe dizer que, apenas continue, continue com tudo. Força.

Paulo Mello

SEM FRONTEIRAS disse...

Caro Caludinho, lhe achei nesse universo imenso que é a Internet mais numca mais deixei de te visitar aqui e confesso que todo dia olho se você atualizou seu blog, adoro seus textos me ajudaram muito em momentos dificeis que passei e hoje passo adiante este remédio que você disponibiliza para todos nós.
mais no nosso mundo de motociclista fronteiras não existem e para a nossa cultura underground não deixamos nimguém sozinho. e você faz parte de meu blog também.
www.os-sem-fronteiras.blogspot.com


Abraços!

Filipe Pinhati disse...

Passo por aqui tarde de mais.
Gosaria que você pudesse ter lido esse meu comentário.
Mas quem sabe, você vai poder lê-lo.
Vc teve muita força e foi um exemplo de ser-humano bonito.
E deixou aqui as suas mensagens legais que podem ser lidas por caras como eu, que se inspiram nelas e ganham mais força para continua a viver a vida. Que é linda!